APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Notícia

 

23/05/2017
IP homenageia publicitário responsável por campanha em prol da revitalização do Museu de Pesca
Uma homenagem póstuma ao professor universitário e publicitário santista Marco Antonio Batan foi prestada no Museu de Pesca, na cidade de Santos, no dia 19 de maio. A homenagem é uma iniciativa do o Instituto de Pesca (IP-Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, em parceria com o Rotary Club Santos-Oeste.

Na década de 1990, Batan organizou uma campanha para conscientizar a população local sobre importância de se revitalizar o Museu de Pesca, que à época encontrava-se fechado havia oito anos.

A campanha de revitalização do Museu de Pesca encabeçada por Marco Antonio Batan teve início em 1995 e foi batizada de “SOS Museu de Pesca”. A iniciativa se destacou pela mobilização de diversos setores da comunidade santista, capitaneada pelo Rotary Club Santos-Oeste e pelo jornal A Tribuna. Com o objetivo de levantar recursos para revitalizar o imponente prédio que abriga o Museu, foram realizadas diversas ações, como um “pedágio” pelas ruas de Santos, no qual as pessoas eram estimuladas a contribuir com R$ 2 em troca de um adesivo da campanha.

Presente à cerimônia, o secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, destacou a importância da iniciativa do homenageado para as novas gerações e também a preocupação da direção do IP no resgate dessa história.

“Como medir a importância desse sonho do Batan que foi compartilhado por toda a comunidade de Santos? Talvez isso possa ser medido pelo grande número de pessoas que passam pelo Museu de Pesca todos os anos e que saem daqui melhor do que entraram, porque são estimulados a se dedicar ao estudo da biologia, ao estudo da agronomia, da zootecnia, coisas que fazem a diferença na história do Brasil! Mas essa importância também pode ser medida pelo valor da participação comunitária. Que a perseverança e o exemplo do Batan possam se manter vivos a cada visita e continuar despertando e inspirando a mudança que todos nós queremos”, disse o secretário.

O secretário de Cultura de Santos, Fábio Nunes, também compareceu à cerimônia de homenagem lembrando a campanha de revitalização do espaço. Ele ressaltou a importância do Museu de Pesca para a cidade dizendo que “esse espaço é um grande polo de difusão cultural, ambiental e educativa da cidade de Santos. São esses espaços que criam nos jovens e nos adultos a vontade de seguir adiante em busca de conhecimento”, salientou Nunes.

Junto do coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), Orlando Melo de Castro, e do diretor de departamento do IP, Luiz Marques da Silva Ayroza, a pesquisadora e diretora do Museu de Pesca, Thaís Moron Machado, lembrou que a repercussão da campanha organizada por Batan foi decisiva para sensibilizar o governador do Estado à época, o santista Mário Covas, sobre a necessidade de revitalização do espaço.

“Com o montante arrecadado pela campanha, mais o apoio financeiro do Estado, que foi disponibilizado pelo governador Mário Covas via Secretaria de Agricultura, foi possível dar início à restauração do Museu de Pesca, culminando em sua reabertura ao público em 1998, 11 anos depois de seu fechamento, e três após o início da campanha SOS Museu de Pesca”, lembrou a diretora do Museu.

Ao final do encontro, familiares do homenageado, representados por seu filho Mauro Batan, acompanharam junto aos representantes do Rotary Club Santos-Oeste, ao qual Marco Antonio era associado, o descerramento da placa de agradecimento afixada na sala dos tubarões do Museu de Pesca. “A campanha de revitalização do Museu da qual meu pai fez parte é o exemplo de que quando a população se une consegue fazer muito mais”, disse Mauro Batan.

Por Leonardo Chagas

Revisão Márcia Cipolli

Foto João Luiz

Mais informações:

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Instituto de Pesca

(11) 3871-7588

cecomip@pesca.sp.gov.br

|Voltar|