APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Notícia

 

02/06/2017
Reunião do IZ com a Aspaco traça futuras parcerias para ovinocultura
Focado na autonomia e eficiência dos Institutos de Pesquisa para procedimentos de convênio e parcerias com a iniciativa privada, o Instituto de Zootecnia (IZ-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, recebeu a visita da Associação Paulista de Criadores de Ovinos (Aspaco), para discutir ações conjuntas para futuros projetos para atenderem demandas de produtores comerciais de ovinos.

O pesquisador e diretor do Centro de Pesquisa em Zootecnia Diversificada do IZ, Ricardo Lopes Dias da Costa, que recebeu o presidente da Aspaco, Francisco Manoel Nogueira Fernandes, e o diretor técnico Marcio Armando Gomes de Oliveira, expôs algumas ações que podem ser desenvolvidas em parceira para apoio e organização da ovinocultura paulista.

Costa apresentou o Programa de Melhoramento de Ovinos do Instituto de Zootecnia, “abrindo para a Aspaco e aos produtores a possibilidade do projeto de seleção por eficiência, realizado em instalações com cochos eletrônicos e seleção para resistência à verminose”.

O projeto para seleção por eficiência animal visa a melhora na conversão alimentar.  “Assim, ao se selecionar animais mais eficientes, tem-se também maior economia no processo produtivo, aumento na produção e maior sustentabilidade do Programa”, explicou Costa.

“O IZ e a Aspaco analisaram a possibilidade de realizar cursos técnicos e também da Aspaco levantar as demanda de tecnologias para que o IZ possa melhor atender as necessidades da ovinocultura paulista”, disse Costa.

Para o presidente da Aspaco a reunião foi ótima e rendeu bons frutos. “A reunião permitiu uma análise atual da ovinocultura no Estado de São Paulo e, por meio de projetos em conjunto com o IZ, esperamos que as ideias sejam bem aceitas pela classe produtora”, enfatizou.

A Aspaco tem participado de projetos e programas com o intuito de valorizar a produção, melhorar a renda proveniente da atividade, escoar a produção e atender os elos da cadeia para que ela se organize. “Mesmo diante da crise econômica que atravessamos, não há dúvidas que a parceria entre IZ e Aspaco oferecerá possibilidades para que a ovinocultura se reestabeleça e se mantenha firme”, destacou Fernandes.

Fernandes enfatizou que sempre houve parceria entre a Associação e instituições de pesquisa. “Temos neste caso o IZ sendo um importante representante do meio científico e a Associação, representante dos criadores de ovinos, que devem trabalhar juntos, daqui para frente.”

Segundo o diretor técnico, o objetivo é aumentar os rebanhos, a produção de carne ovina e, consequentemente, melhorar a organização da cadeia produtiva, com a utilização de tecnologias do IZ e atendimento técnico aos produtores de ovinos. “Estratégias e serviços ao produtor de ovinos são objetivos comuns entre IZ e Aspaco, como cursos e dias de campo”, destacou Oliveira.

“Com a possibilidade desse trabalho, levaremos o conhecimento aos produtores para que possam aumentar a produção de carne e a terem uma atividade com conotação mais empresarial”, enfatizou Oliveira.

As parcerias com a iniciativa privada, visando novas oportunidades e meios de transformação para a utilização do conhecimento científico e tecnológico no dia a dia do produtor rural, segundo o Secretário da Agricultura, Arnaldo Jardim, “são um dos objetivos dos programas de desenvolvimento da cadeia produtiva da carne do governo Geraldo Alckmin”.

“Com o novo modelo de gestão da inovação por meio dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) agora é possível realizar as parcerias entre institutos de pesquisa, universidades e iniciativa privada, criando condições para que a pesquisa se aproxime cada vez mais da produção e assim chegar à sociedade um produto de melhor qualidade”, destacou a diretora do IZ, Renata Branco Arnandes.

Por Lisley Silvério (MTb. 26.194)

Assessora de Imprensa – IZ

 (19) 3476-9841

lisley@iz.sp.gov.br

|Voltar|