APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Notícia

 

20/06/2017
Número de produtores orgânicos no Estado cresce 16,9%, aponta Secretaria
Balanço do Programa São Paulo Orgânico divulgado em reunião da Câmara Setorial de Agricultura Ecológica, na última semana, mostra aumento de 16,9% em 2016 no número de produtores orgânicos no território paulista em comparação com o ano de 2015. A iniciativa é uma parceria entre as Secretarias de Meio Ambiente e Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro) e da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA).

O Balanço revelou um aumento de 1.361 em 2015 para 1592 em 2016 no total de produtores orgânicos. São mais de 222 municípios paulistas com projetos de agricultura orgânica, elevando em 80% o número de Organizações de Controle Social (OCS), saindo de 50 para 90. Isso multiplicou o número de produtores ligados a OCS: de 529 para 835 produtores (+57,8%).

“O objetivo do Programa é fomentar a agricultura orgânica no Estado de São Paulo, capacitando os agricultores com conhecimentos e tecnologias, alternativas de produções economicamente viáveis e fundamentais para uma agricultura sustentável”, explicou o pesquisador da APTA e chefe da Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento (UPD) de Agricultura Ecológica em São Roque, Sebastião Wilson Tivelli.

O Programa visa viabilizar inovações tecnológicas aos produtores que diminuam o consumo de insumos químicos, possibilitando a mudança do sistema produtivo convencional para o orgânico. São disponibilizadas linha de financiamento aos produtores e capacitações para os agentes do agronegócio.

“Interligando os assuntos da Pasta, o Programa une os quatro drives direcionados pelo secretário Arnaldo Jardim para a atuação da Secretaria. É um novo paradigma para agricultura paulista”, ressaltou o coordenador das Câmaras Setoriais, Alberto Amorim.

Entre 2013 e 2015, foram capacitados 277 técnicos das secretarias de Agricultura – sendo 142 da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) –, do Meio Ambiente e da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp). Os técnicos promoveram reuniões, palestras, cursos, fóruns, oficinas e visitas técnicas que alcançaram 4.850 agricultores.

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, ressaltou a importância do projeto com alternativas sustentáveis na produção de alimentos. “O São Paulo Orgânico é mais um passo fundamental da Secretaria na saudabilidade dos alimentos atendendo às recomendações do governador Geraldo Alckmin no incentivo da produção orgânica no Estado”, declarou.

Por Vinicius Matheus

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

(11) 5067-0069

|Voltar|