APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Notícia

 

29/08/2017
Geraldo Alckmin e Arnaldo Jardim destacam bom trabalho do IZ em visita à 10ª Expogenética
O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, visitaram nesta sexta-feira, 25, a 10ª ExpoGenética, em Uberaba (MG). O evento conta, já há 10 anos, com a participação do Instituto de Zootecnia (IZ-APTA), que lançou o Sumário de Touros e Matrizes Nelore IZ 2017.

Geraldo Alckmin esteve na Exposição durante o lançamento oficial do Projeto Genoma das raças zebuínas na ExpoGenética 2017, visitou o estande do IZ, juntamente com Arnaldo Jardim, e destacou os trabalhos de pesquisa em genética animal. “São Paulo é considerado um exportador de tecnologia na área, contribui para a eficiência nos processos de seleção e uso de material genético, proporcionando maior competitividade na produção de gado de corte brasileiro. E levou essa experiência à ExpoGenética”, afirmou.

O governador enfatizou ainda a relevância da pecuária de corte para a sustentação da economia brasileira e de feiras como a ExpoGenética, que levam até o produtor o que há de mais moderno em melhoramento genético. “A genômica colocará a pecuária em um novo patamar, garantindo mais ganho de eficiência e produtividade aos rebanhos brasileiros”, disse.

O secretário Arnaldo Jardim destacou que o Programa de Melhoramento Genético do IZ atende com excelência as demandas dos pecuaristas e as propostas do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, “que visam o desenvolvimento do agronegócio e o incremento à competitividade da cadeia de proteína animal.”

Para a diretora do IZ, Renata Helena Branco Arnandes, a participação na feira é de grande relevância para mostrar, na prática, os resultados de 37 anos do Programa de Melhoramento Genético do IZ. “Compartilhamos com criadores informações dos melhores animais do Programa, e que podem ser adquiridos pelos diversos criatórios do País, por meio do Leilão Anual de Reprodutores e Matrizes IZ, que neste ano será dia 7 de setembro, no Centro de Bovinos de Corte, em Sertãozinho”, afirmou.

“Nesta edição agregamos a tecnologia genômica, que exige um banco de dados bem estruturado, composto por informações genealógicas, fenotípicas e genotípicas dos animais, contribuindo para redução de riscos, viabilizando a inclusão de características de difícil mensuração nos programas de melhoramento, além de aperfeiçoar os processos de avaliação genética com DEPs (diferença esperada na progênie) suficientemente confiáveis, proporcionando lucratividade e qualidade do produto”, destacou Renata.

Em parceria com a CRV Lagoa, em seis anos de lançamento dos embriões IZ, foram comercializados mais de 6.500 embriões, correspondendo a R$ 4.700 milhões em faturamento. Já as doses de sêmen disponibilizadas somam cerca de 1.200 milhão, com faturamento de mais de R$ 25 milhões.

Ricardo Abreu, gerente da CRV Lagoa, apontou que a sinergia e interação público-privada em pesquisa, fomento e lançamento de Sumários é excelente. “São 46 anos de parceria sólida, iniciada com a Prova de Ganho de Peso (PGP) do IZ, uma das mais importantes fontes de genética para o portfólio da CRV Lagoa.”

Avaliação

A novidade da Avaliação Genética de 2017, no Sumário de Touros e Matrizes do IZ, está na nova incorporação de informações genômicas aos dados de pedigree dos animais avaliados. A genômica fornece acurácia adicional à predição da diferença esperada na progênie (DEP) dos animais e melhora a eficiência do processo de seleção. A Seleção Genômica pode ser definida como a seleção de milhares de marcadores e tem por objetivo utilizar os conhecimentos da genética molecular como ferramenta auxiliar na predição das DEPs para uma seleção mais eficaz.

“Ao apresentar as diferenças esperadas na progênie, para várias características importantes para a produção de bovinos de corte, esperamos colaborar com os criadores no processo de seleção e uso racional de material genético melhorador, assim como na escolha de acasalamentos para maximizar o ganho genético”, afirmou a pesquisadora do IZ, Maria Eugênia Mercadante, responsável por avaliações genéticas.

O pecuarista também tem em detalhes as novas informações sobre as Diferenças Esperadas na Progênie (DEPs) – metodologia que avalia os touros pelo desempenho produtivo de sua descendência – para características relacionadas ao desenvolvimento ponderal. Também estão disponibilizadas as DEPs para características de carcaça, obtidas pela técnica da ultrassonografia, e para a característica dias ao parto, que indica a fertilidade das matrizes.

A pesquisadora e diretora do Centro de Pesquisa em Bovinos de Corte do IZ, Joslaine Noely dos Santos Gonçalves Cyrillo, também responsável por avaliações genéticas, ressalta que os animais são resultantes do trabalho de seleção sistemático e criterioso para ganho em peso realizado desde 1978, e reconhecido em todo o Brasil. “Os rebanhos IZ são praticamente fechados à introdução de material genético de fora, e pela evidente capacidade dos touros e matrizes em ‘colocar velocidade de crescimento e músculo’ nos bezerros, esses animais já são conhecidos como Linhagem IZ, uma linhagem de peso.”

Sumário IZ

O lançamento simultâneo dos Sumários dos principais Programas de Melhoramento Genético de Zebuínos do País é um dos grandes acontecimentos da ExpoGenética, que neste ano tem por tema o “Equilíbrio de Genética, fenótipo e avaliação – o caminho mais forte para o melhoramento”.

De acordo com a organização, a cargo da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), foram apresentados os sumários do PMG/IZ, PMGZ/ABCZ, PMGRN/ANCP, Geneplus/Embrapa e PAINT/CRV Lagoa. Vale lembrar que os lançamentos dos Sumários de cada Programa ocorriam em separado, o lançamento simultâneo foi uma sugestão do IZ, aceita pela Associação, e que já ocorre pelo segundo ano consecutivo.

A ExpoGenética é a maior feira de genética do País e conta com cerca de 700 animais em exposição no Parque Fernando Costa. Destinada a criadores, técnicos, pesquisadores, estudantes universitários e interessados na área, é uma mostra de animais provados pelos principais programas de Melhoramento Genético do Brasil. Uma vez ao ano, as equipes especializadas reúnem-se durante a ExpoGenética com o objetivo de apresentar e disseminar seus trabalhos e trocar informações.

Nesta 10ª edição, a ExpoGenética entrou para história do melhoramento genético do rebanho bovino brasileiro com o lançamento da “Marca do PMGZ” pela ABCZ. Os primeiros animais já receberam a marcação. O animal registrado com bom desempenho no PMGZ ganhará também essa outra marca, facilitando a identificação do zebu superior capaz de fazer a diferença em uma seleção. A marca do PMGZ tem formato de Z (de zebu) e, ao centro, o desenho lembra um DNA e o símbolo de infinito, demonstrando as possibilidades infinitas que o melhoramento genético oferece.

Para o secretário Arnaldo Jardim, a ABCZ está dando um passo a mais ao abrir o cenário da pecuária para a genômica bovina e ressaltou que o Governo do Estado fará parcerias com a associação para promover novas tecnologias para o setor. Uma das parcerias será a assinatura do convênio para implantação do programa Pró-Genética. Hoje, existe um protocolo de intenções referente ao programa.

Por Lisley Silvério

Assessora de Imprensa

Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Instituto de Zootecnia

Fone: (19) 3466.9434

E-mail: lisley@iz.sp.gov.br

www.iz.sp.gov.br

|Voltar|