APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Notícia

 

30/10/2017
Unidade da APTA em Assis comemora 30 anos de atuação
O Polo Regional de Assis da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, comemora seus 30 anos de atuação em evento a ser realizado em 1º de novembro de 2017, às 8h. Será lançada a obra “Tecnologias Apta para o Médio do Paranapanema”, que faz um balanço sobre as principais tecnologias geradas e disponibilizadas para os produtores da região e do Estado. O evento contará com a presença do secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim.

Segundo o diretor do Polo Regional de Assis, Ricardo Augusto Dias Kanthack, o evento será marcado pela apresentação das tecnologias científicas e os novos direcionamentos da Unidade para a região do Médio Paranapanema para os próximos anos. “Estamos desenvolvendo o projeto Restauração das funcionalidades hidrológicas das Terras Frágeis do Médio Paranapanema. Nossa ideia é construir um modelo para que os produtores da região possam desenvolver ambientes produtivos com  sustentabilidade, através da criação de um sistema produtivo adequado à região”, afirma.

O atual uso do solo, principalmente nas terras frágeis, na expansão agrícola nas pastagens, verifica-se erosões e consequente assoreamento das nascentes. A ideia dos pesquisadores é desenvolver um sistema que recupere as áreas degradadas e alie a produção de cana, grãos e animais em uma mesma área, de forma sustentável.   

Tecnologias desenvolvidas na unidade

Fundada em 1987, por uma demanda do setor produtivo regional, o hoje chamado Polo Regional de Assis da Apta era uma Estação Experimental do Instituto Agronômico (IAC), que já tinha atuação na região desde a década de 50, com o desenvolvimento de trabalhos com algodão e trigo.

Atualmente, são desenvolvidos projetos com Milho, Mandioca, Fruticultura, Cana-de-Açúcar, Piscicultura e Ovinocultura, e Sistemas Produtivos que integrem esses produtos. “Desde a sua fundação, a unidade teve forte ligação com o setor produtivo regional, tanto com produtores rurais, como indústrias, além de cooperativas e instituições como a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), Universidades, Associações entre outras. Isso sempre foi muito positivo, pois as tecnologias geradas são utilizadas de forma ágil pelos usuários, que ao incorporar essas tecnologias conseguem produzir mais e melhor”, afirma Orlando Melo de Casto, coordenador da Agência.

Essa interação pode ser comprovada pela atuação do Polo junto a usinas de cana-de-açúcar. Desde 1987, o Polo integra o Programa Cana IAC, um dos principais programas de pesquisa em cana-de-açúcar do mundo. Atualmente, 38 usinas do Médio Paranapanema são parceiras dos projetos e mais de 150 genótipos de cana estão em fase avançada de experimentação na região e outros 10 clones de cana estão em fase final de desenvolvimento, o que significa que têm potencial para serem lançados como variedades em breve.

As pesquisas com fruticultura são outro destaque. Projetos relacionados a pêssego e porta enxertos de uva estão sendo desenvolvidos no local. A fruticultura é vista pelos pesquisadores como uma alternativa aos produtores familiares da região. Os projetos foram incrementados com a incorporação de 70 hectares do Instituto Florestal em Palmital, que já era utilizada pelos pesquisadores da Apta em parceria com o I.F. Estação de Assis. Hoje, a área foi transferida à APTA.

Na área de zootecnia, a unidade de pesquisa desenvolveu a ração Dieta Total Ovinos – Confinamento, comercializada pela Coopermota – Cooperativa Agroindustrial, e que tem como vantagem a antecipação do abate dos cordeiros em até 50 dias. A antecipação é importante, pois quando os cordeiros atingem a idade de reprodução sexual, a carne fica com odor mais forte. Acelerar o abate significa disponibilizar aos consumidores uma carne mais tenra, macia e com sabor e odor agradáveis aos consumidores e antecipar os lucros dos produtores.

O Polo Regional de Assis foi o pioneiro nos estudos para o desenvolvimento do chamado milho safrinha, cultivado de no outono-inverno no Sul, Sudeste e Brasil central. Na década de 90, os pesquisadores do IAC em Assis desenvolveram pesquisas relacionadas à escolha dos híbridos de milho, época de semeadura, adubação e manejo de pragas e doenças para o cultivo do milho extemporâneo. Os trabalhos possibilitaram aumentar a produtividade do milho safrinha nos últimos 20 anos, atingindo cerca de cinco toneladas por hectare em média.

Outro destaque são os trabalhos com mandioca de mesa e para a indústria. De acordo com Kanthack, a produtividade média de 35 toneladas por hectare é a maior do mundo na cultura da mandioca. Para se ter uma ideia, a produtividade média no Brasil é de 12 t/ha e em São Paulo de 22 t/ha. “Isso foi conquistado graças ao desenvolvimento de variedades e técnicas de manejo da cultura por pesquisadores do Polo e do IAC, além dos trabalhos de transferência desses conhecimentos para os produtores da região”, comemora o diretor. A piscicultura da região também é uma das mais produtivas do Brasil graças aos trabalhos desenvolvidos pelo Polo e o Instituto de Pesca (IP-APTA).

Para o secretário Arnaldo Jardim, esses resultados mostram a pujança da unidade. “Uma das recomendações do governador Geraldo Alckmin é que nossas instituições de pesquisa se aproximem da população e do setor produtivo e gerem renda e melhorias no campo. O Polo, há 30 anos, segue essas recomendações”, afirma.

Celebração dos 30 anos

O evento em comemoração aos 30 anos do Polo Regional de Assis da Apta contará com as palestras técnico-científica “Construção de ambientes necessários para o Médio Paranapanema”, “Tecnologias desenvolvidas pela Apta na região paulista do Médio Vale do Paranapanema” e “Evolução e perspectivas da APTA Médio Paranapanema”. Além disso, será realizado o lançamento de livro comemorativo sobre a unidade e serão homenageados parceiros das pesquisas.

SERVIÇO

30 anos do Polo Regional de Assis da APTA

Data:
1º de novembro de 2017

Horário: 8h

Local: Polo Regional de Assis

Endereço: Rodovia SP 333, km 397, Assis – SP

Por Fernanda Domiciano

Assessoria de Imprensa APTA

19 2137-8933

|Voltar|