APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Notícia

 

04/05/2018
IAC lança publicação voltada para o uso da cana além do açúcar e do etanol
Os pesquisadores do Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, lançaram a obra “A cana além do açúcar e do etanol”, em 30 de março de 2018, durante a Agrishow. A publicação aborda a produção de Mudas Pré-Brotadas (MPB), cachaça, açúcar, rapadura e também de cana forrageira, para alimentação animal. A obra é voltada para pequenos e médios canavicultores, que querem diversificar a produção e agregar renda a propriedade.

Durante o lançamento, o pesquisador do IAC, Mauro Alexandre Xavier, explicou que a publicação foi escrita com a participação dos pesquisadores e técnicos do IAC, produtor e especialista na produção de cachaça. “Isso é uma publicação para falar diretamente com o produtor. Muitas vezes estamos dando treinamento e os produtores nos solicitam essas informações escritas, de uma forma acessível”, disse.

Xavier explicou que a ideia da publicação foi da pesquisadora do IAC, Gabriela Aferri, como forma de unir os conhecimentos da equipe do Instituto Agronômico, estudantes e outros parceiros que cotidianamente contribuem com as discussões e trabalhos de pesquisa realizados na instituição. “Desta forma, valorizamos os esforços de todos, reunimos as informações de forma simples e direta, produzimos um material para uso nos treinamentos e disponibilizamos as informações para quem se interessa em conhecer um pouco mais sobre as possibilidades de negócios com a cana”, afirmou.

Orlando Melo de Castro, coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), afirmou que uma das preocupações da Secretaria de Agricultura é com os pequenos produtores. “Mais de 80% das propriedades do Estado de São Paulo têm 55 hectares. Muitas vezes, esse produtor encontra dificuldade de se manter na atividade, então, buscamos alternativas para que ele agregue renda. O título da obra foi muito feliz, porque sempre associamos a cana a produção de açúcar e etanol, mas ela é também a cana da cachaça, a cana do açúcar mascavo, a cana do melado e a cana para alimentação animal”, explicou.

O diretor-geral do IAC, Sérgio Augusto Morais Carbonell, também comemorou o lançamento do livro. Para ele, a obra cumpre a missão do IAC, de fazer pesquisa que atinja o produtor rural. “É um trabalho importante de transferência de tecnologia, que com certeza auxiliará os canavicultores paulistas e brasileiros”, afirmou.

Desde 2016, são realizados cursos para produção de cachaça na Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Jaú. Ao todo, 120 produtores já foram treinados. “Esta obra não exclui que os produtores participem dos cursos, mas é uma ferramenta que ele pode consultar para desenvolver um bom trabalho. A cana é o produto mais importante do agro paulista e brasileiro, divulgar e compartilhar conhecimento em seus vários usos significa ajudar muitas pessoas”, disse Marcos Guimarães de Andrade Landell, pesquisador e líder do Programa Cana IAC.

Agrishow 2018

Durante a Agrishow 2018, o Instituto Agronômico, por meio da Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Jaú, realizou oficinas para produção de açúcar mascavo, melado, cachaça e degustação de garapa. As oficinas tiveram cerca de duas horas de duração e foram demonstrativas, com a exposição de todas as etapas dos processos que envolvem a elaboração dos produtos.

|Voltar|