APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Notícia

 

21/06/2018
Guia de visitação dos Museus da Baixada Santista é lançado no Museu de Pesca
O Museu de Pesca, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, vinculado ao Instituto de Pesca (IP-APTA), reuniu em 14 de junho em suas dependências, em Santos, profissionais de museologia para o lançamento do Guia de Vistação: Museus da Baixada Santista, um catálogo impresso contendo informações sobre 27 instituições museológicas localizadas entre as cidades de Bertioga e Peruíbe.

Participaram do lançamento Davidson Kaseker, diretor do Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus (GTC Sisem-SP); Regina Ponte, da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo; Paulo Anselmo Matioli, Beatriz Royer Massonetto e Marjorie Medeiros, da Orla Cultural; e Thaís Moron Machado e Eduardo Gomes Sanches, do Instituto de Pesca, além de cerca de 50 representantes de equipamentos culturais e prefeituras da Baixada Santista.

“O projeto é uma iniciativa do Sisem, que, em parceria com a organização social Acam Portinari e o Grupo Orla Cultural Museus, visa fomentar a visitação aos Museus da Baixada Santista e consolidar estes espaços como atrativos turísticos e culturais da região”, explica Thaís Moron Machado, diretora do Museu de Pesca e pesquisadora científica do IP.

Para a diretora do Museu de Pesca, o Guia é resultado do intercâmbio realizado entre os gestores de museus da Baixada Santista. “Esta região tem um grande potencial de turismo, sendo preciso atrair o público e sensibilizá-lo, educando-o culturalmente”, diz.

De acordo com Paulo Matioli, representante regional do Sisem e do grupo Orla Cultural, O Guia de Visitação é um canal para divulgação da potencialidade dos museus para promoção do enriquecimento do cenário cultural das cidades e, consequentemente, auxilia na qualificação das instituições museológicas.

Em 2012, o foco dos trabalhos do Sisem foi a área de comunicação dos museus, em que identificou situações e planejou diagnósticos capazes de potencializar as atividades dessa área. Nesse mesmo ano foi publicada a primeira edição do Guia, reunindo 15 museus. A iniciativa, bem recebida pelo público, contribuiu significativamente para o aumento de visitantes a esses equipamentos culturais. Por isso, a nova edição do guia foi ampliada, contemplando 27 museus da região.

“O Guia ampliou a visibilidade dos equipamentos culturais, assim como auxiliou na divulgação do trabalho do Grupo Orla Cultural Museus, transformando-se num case de sucesso entre as redes de articulação de museus no Estado de São Paulo”, conta Beatriz Royer Massonetto, consultora do grupo.

Na temporada do verão 2016/2017, a Baixada Santista recebeu cerca de 18,3 milhões de turistas, segundo dados da Ecovias e do terminal marítimo Concais, entre visitantes que chegaram à região de carro ou por transatlânticos.

Segundo Marjorie Medeiros, do Grupo Orla Cultural, esses dados reforçam a importância do Guia como meio de acesso e promoção dos museus. Ela destaca que o projeto de reformulação do material, aprovado pelo ProAC Municípios (Programa Estadual de Ação Cultural), possibilitou que mais municípios e museus da Baixada Santista fossem contemplados.

Por Antonio Carlos Simões

Revisão Márcia Cipólli

 Mais informações:

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Instituto de Pesca

(11) 3871-7549 / (11) 3871-7550

comunicacao@pesca.sp.gov.br

|Voltar|